Coalizão Direitos na Rede
/// Blog

Em uma ação sem precedentes e obscura, mais de 60 organizações não governamentais foram descredenciadas da reunião ministerial da Organização Mundial do Comércio, que acontece em 10 dias em Buenos Aires.

Entidades de defesa de direitos digitais, justiça social e ambientalistas foram barrados pelo governo argentino, que alegou ‘motivos de segurança interna’.

Ontem, em Santiago, dezenas de entidades latino-americanas assinaram manifestação pública contra a decisão do governo argentino, exigindo explicações claras e a possibilidade de participação social no encontro da OMC.

Leia o manifesto.

+++

Na mídia:

Época - O Globo: Argentina bane grupos ativistas de encontro...    Leia mais


A Coalizão Direitos na Rede lançou nesta terça-feira, dia 19, a campanha Seus Dados São Você, em defesa de uma Lei de Proteção de Dados Pessoais no Brasil.

O lançamento aconteceu durante o 8º Seminário de Proteção à Privacidade e Dados Pessoais, realizado em São Paulo pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil, do qual participaram representantes do governo, centenas de pesquisadores e organizações de empresas e da sociedade civil no Brasil e de vários países. Também estava presente o relator da Comissão Especial de Proteção de Dados Pessoais da Câmara dos...    Leia mais


Coalizão Direitos na Rede lança campanha sobre proteção de dados pessoais

A campanha “Seus Dados São Você” pretende sensibilizar a população e o Parlamento sobre a urgência da aprovação de uma Lei de Proteção de Dados Pessoais no Brasil, tendo em vista os atuais modelos de negócio e a atuação dos poderes públicos baseados na coleta massiva de dados.

Desde o momento em que uma certidão de nascimento é emitida e passa a constar no Sistema Nacional de Informações de Registro Civil, brasileiras e brasileiros passam a ter informações pessoais coletadas e armazenadas em bancos...    Leia mais


A Coalizão Direitos na Rede esclarece que suas propostas para o aperfeiçoamento dos mecanismos de governança da Internet e do CGI constam da plataforma publicada em no seu site (https://direitosnarede.org.br/c/cdr-eleicoes-2017-cgi/), e que respaldou a participação vitoriosa no processo eleitoral que se encerrou em maio deste ano.

Nosso repúdio à Consulta Pública instaurada pelo Governo, no último dia 8 de agosto, decorre da ausência de debate prévio no âmbito participativo e plural do próprio CGI, substituído por uma decisão unilateral exclusiva do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações.

Esse caráter anti-democrático evidencia o desrespeito...    Leia mais


Anterior    - Página: 1 de 7 -   

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Coalizão Direitos na Rede está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://direitosnarede.org.br.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://direitosnarede.org.br.