Dado bem dado

A marca DATAZÃO e seu bloco #DadoBemDado foram uma brincadeira mas, podia ser real. Neste carnaval, seus dados pessoais fizeram a folia de muita gente. Com o uso disseminado de dados como localização, fotos, áudios, sms, CPF, e-mail, dentre outros, muita empresa (e órgão público!) por aí tem enchido o bolso com a desculpa de ‘personalizar’ sua ‘experiência’. Quais os riscos do uso massivo de dados pessoais sem nenhuma regulação? Quem cuida da sua privacidade e liberdades?

Durante o carnaval de 2018, a Coalizão Direitos na Rede colocou na rua o bloco #DadoBemDado pra chamar atenção dos foliões e cidadãos sobre o uso indiscriminado, desproporcional e massivo dos nossos #dadospessoais.

Quem caiu na folia produzida pelo #Datazão certamente viveu várias experiências bem conhecidas. Quem nunca baixou aquele app que pediu pra acessar seus contatos, localização, fotos e até SMS em troca de um serviço que não tem relação nenhuma com essas informações? Quem nunca apertou o ‘concordo com os termos de uso e compromisso’ embora eles fossem abusivos e intermináveis só porque sem eles o aplicativo não baixa? Todo dia, quantas vezes você ouve: ‘cpf, por favor’ na farmácia, no banco e até no bar (!).

A folia de momo acabou mas a luta por uma lei que proteja nossos dados pessoais e nossa privacidade no Brasil continua!

Acesse e participe da campanha #SeusDadosSãoVocê
https://direitosnarede.org.br/c/seus-dados-sao-vc/

Print Friendly, PDF & Email

Atualizações da newsletter

Digite seu endereço de e-mail a seguir para assinar a nossa newsletter