Tele.Síntese | Câmara acelera tramitação de PL que revoga a lei de Segurança Nacional

Parlamentares querem classificar disparos em massa como crimes contra o Estado de Direito. Coalização Direitos Na Rede vê riscos ao ativismo digital.

O Projeto de Lei 6764/02, no qual são definidos crimes contra o Estado Democrático de Direito, teve sua urgência aprovada nesta terça-feira, 20, na Câmara dos Deputados, por 386 votos a 57. O PL, que substitui a Lei de Segurança Nacional, cita como crimes contra o Estado atentados, sequestros de autoridades e tentativas de golpe de Estado. Também trata e temas recentes, como disparo de comunicações em massa.

A Coalizão Direitos na Rede, grupo de ativistas com 45 entidades e representantes da academia, soltou posicionamento colocando-se contra a urgência do projeto. Ao longo do manifesto, demonstra preocupação em relação à liberdade imprensa e de opinião pública.

Leia a matéria na íntegra

Print Friendly, PDF & Email

Atualizações da newsletter

Digite seu endereço de e-mail a seguir para assinar a nossa newsletter