Coalizão Direitos na Rede
/// blog / internet_&_eleições

Mais repercussões sobre a Comissão Geral que discutiu, nesta terça (19), o assunto do momento no parlamento: as “Fake News”.

Vejam a cobertura, feita pelo Convergência Digital, da Comissão Geral sobre Fake News, entitulada “Maia quer ‘quebrar’ o Marco Civil no combate às fake news”.

A Coalizão Direitos na Rede participou e saúda a iniciativa da Comissão, realizada a pedido do deputado Hildo Rocha (MDB/MA). Apenas o debate que envolve a participação social e de especialistas em Direito e Governança da Internet, é capaz de amadurecer propostas para diminuir o impacto da proliferação de notícias...    Leia mais


Conheça o livro -gratuito - e a página de Facebook que buscam promover a alfabetização midiática.

NA HORA DE LER E COMPARTILHAR NOTÍCIAS…

“Desconfie das informações que confirmam sua visão de mundo. Essa é a recomendação mais importante e a mais difícil de seguir” 

Assim começa o livro “Sobrevivendo nas redes — Guia do Cidadão”, disponibilizado gratuitamente pelo projeto Plataforma Democrática em parceria com o InternetLab — integrante da Coalizão Direitos na Rede.

Trata-se de uma iniciativa para orientar internautas aflitos com a quantidade de desinformação, protestos ou notícias suspeitas que têm circulado nas redes...    Leia mais


Ontem (19), a Câmara dos Deputados realizou uma audiência pública, denominada “comissão geral”, para discutir essas propostas.

Se você não se preocupa com os rumos que o tratamento às chamadas Fake News pode tomar, provavelmente não está prestando atenção.

Na manhã de ontem, o plenário da Câmara dos Deputados deu lugar à Comissão Geral com tema “O tratamento dado a notícias reconhecidamente falsas ou fake news” e reuniu, pela primeira vez desde que o combate a “notícias falsas” entrou para o ordem do dia do parlamento, uma grande diversidade de representantes da sociedade civil. Apenas dentre as organizações que integram...    Leia mais


Desligamentos e bloqueios de Internet são uma realidade complexa em diversos países do mundo, especialmente aqueles que vivem sob regimes autoritários e sofrem com a repressão. Não há indícios de nenhuma ocorrência desta natureza no Brasil, embora a sua instabilidade política e crescente discussão de medidas repressivas por todos os poderes favoreçam este tipo de medida, nos obrigando a permanecer em alerta.

Em nota pública, a Coalizão Direitos na Rede expõe as razões de seu estado permanente de alerta, pelo qual aderimos a campanha mundial “#KeepItOn”, que mapeia, denuncia e combate qualquer tipo de desligamento ou...    Leia mais


Anterior    - Página: de -    Próximo

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Coalizão Direitos na Rede está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://direitosnarede.org.br.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://direitosnarede.org.br.